Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    30 anos    |    1986 - 2019     |
                 

Notícias

COMPARTILHE:


Cooperativa incubada pelo Sindicato lança portal exclusivo de venda direta de orgânicos
Dalva de Oliveira, Fundação Banco do Brasil, com a | Bragança Paulista - 01/07/2019

Plataforma Canteiro Mágico, que será lançada em 6 de julho, é uma parceria com a Fundação Banco do Brasil e aceitará cartões alimentação e refeição



A partir de 6 de julho, os moradores da região poderão comprar produtos orgânicos, por meio da plataforma online “Canteiro Mágico” (canteiromagico.com.br). O serviço será oferecido pela Cooperativa Entre Serras e Águas e faz parte do projeto Loja Móvel de Orgânicos, que tem a parceria da Fundação Banco do Brasil.
O projeto foi criado para beneficiar os consumidores com alimentos saudáveis, ampliar as vendas e modernizar a gestão financeira da cooperativa. Os pagamentos são feitos com cartões de débito e crédito, sem a necessidade do uso de dinheiro em espécie.

Quem adquire os produtos pode escolher entre receber em casa ou retirar em um dos pontos conveniados:Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região (Sede Bragança e Sub Sede Atibaia), Igreja Messiânica de Bragança Paulista, ou retirar na feira semanal do Canteiro Mágico na Associação Bragantina de Combate ao Câncer (ABCC), e ainda com a opção de comprar mais coisas na hora da retirada.

Sobre a cooperativa

A Cooperativa dos Produtores Rurais Entre Serras e Águas foi fundada em 2007 por agricultores familiares, com apoio do Escritório Regional de Desenvolvimento Rural (Cati/EDR Bragança), Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop-SP) e cooperados de Joanópolis, Vargem e Piracaia, com o objetivo de promover a qualidade de vida no campo e na cidade, por meio da produção de alimentos saudáveis a preços justos para o agricultores e consumidores. Desde então, vem fornecendo produtos para a merenda escolar de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Campinas, Joanópolis, Piracaia, Vargem e Bragança Paulista, além de unidades do Exército e entidades assistenciais. Em 2014, iniciou a implantação de unidades de produção baseadas na Agricultura Sintrópica (Agrofloresta).